segunda-feira, agosto 28, 2006

Sampa

Era um senhor nipônico, tinha tirado os sapatos e as meias para relaxar os pés. Estava sentado numa arquibancada de pedras que brilhavam à luz do sol das quatro da tarde. Mas essa imagem ficará apenas comigo. Porque nem o próprio senhor podia se ver e ele não me permitiu fotografá-lo.

3 comentários:

shamayah disse...

Ontem pensei na vida
e fui dormir..

shamayah disse...

Estou precisando de mais poesia.
Ando muito vazia, ultimamente.

tarciso disse...

...de senhores nipônicos há que se esperar sempre alguma excêntrica paciência zen, contudo, sem qualquer concessão aos nossos costumes ocidentais...