segunda-feira, outubro 02, 2006

Núvens

Minha memória tem me levado pra passear. Às vezes eu penso que perdi muito tempo, às vezes o tempo não faz sentido nenhum, não sei o que veio antes, depois, se é que veio, se é que eu fiz mesmo tudo aquilo de que consigo me lembrar. Se as todas as pessoas que eu vi realmente existiram. "Eu vi" garante que algum dia eu "estava vendo"?

Nos dias de céu mais anuviado, a gente deitava no chão e ficava olhando pro topo do prédio. Parecia que o prédio estava, devagarzinho, caindo. Mas a gente não saia correndo em desespero, nem interfonava pra cima pra mandar a mãe descer. Dava vontade de fazer isso e dava medo, mas a gente sempre gostava.

Era verdade que o prédio caia, mas também o mundo caia junto. Uma queda irreversível.

4 comentários:

regiane ishii disse...

que lindo de novo.

Molly disse...

oi!
não sei se vc irá ler isso,só sei que gostei mto dos teus textos e sabe ...queria conversar.
Aqui em bh anda frio..nem sei pq digo isso.Estou confusa.
se quiser conversar sisibell3@hotmail.com.
seus textos são otimos.

Molly disse...

Já add vc.
tá bom?
depois agente conversa então.
Meu orkut idiota ¬¬ é MOlly lips se quiser.
;** abraço.

.yuj.i. disse...

"não sei o que veio antes, depois, se é que veio, se é que eu fiz mesmo tudo aquilo de que consigo me lembrar."

eu também.